Um Papai Noel diferente, ele não vai escondido à meia-noite na casa levar o presente. Pelo contrário, às 9h30 desta quarta-feira (25), chegou em cima de uma caminhonete ao Bairro Parque Georgia, em Cuiabá, levando brinquedos, suco e cachorro quente para crianças que se comportaram bem o ano todo.

Ao som de aplausos e gritos, o Papai e a Mamãe Noel foram recebidos com imensa alegria por crianças com os olhos brilhando e em êxtase. Eles pareciam mal acreditar que o bom velhinho chegara com dezenas de presentes para fazer o dia de Natal ainda mais feliz.

Esse é o terceiro ano que Valteir Cabral, 57 anos, presidente do Instituto Técnico de Educação Esporte e Cidadania (Iteec Brasil) se veste de bom velhinho e leva alegria a crianças de bairros carentes de Cuiabá na companhia de diversos ajudantes do Papai Noel.

Neste ano, foram mais de 500 brinquedos, mais de 500 roupas e mais de 800 cachorros-quentes e sucos, doados por dezenas de pessoas e distribuídos por cerca de 50 voluntários nos Bairros Jardim Mossoró e Parque Geórgia.

Vontade de ajudar

Para Cabral, a maior motivação para a realização do Natal Solidário é a vontade de ajudar o próximo e ser ferramenta de transformação. “Muitas pessoas querem ajudar o próximo e não tem como, então o instituto é a ferramenta que eles utilizam para isso”.

Para a Mamãe Noel Solange dos Santos Silva, 39 anos, vendedora, fazer ações sociais é uma das partes mais importantes da sua vida. “Sempre que sou convidada para ser voluntária eu me disponibilizo, para mim é gratificante”.

Para ambos, caracterizados de bons velhinhos, a solidariedade no dia 25 de dezembro vai além da magia do Natal.

“É levar a esperança a crianças que vêem a fartura a seu redor e não tem em casa. É mostrar que é possível”, disse o Papai Noel.

Famílias precisam de apoio

A necessidade das doações para as famílias do bairro Parque Geórgia é real. Maria do Rosário Ribeiro dos Santos, 46 anos, coordenadora da Pastoral Familiar da Comunidade Madre Maria Domingos Mazzarelli, localizada no bairro, acompanha as famílias o ano todo e contou a situação.

“Nós temos família de todo jeito, problemas com idosos, mães solitárias. Nós da Pastoral acompanhamos, mês a mês, 15 famílias para ver a situação, ver o que precisa. A principal carência é saúde e para as crianças é estudo”, contou.

Ela contou que muitas crianças estão fora da escola e muitas mães não conseguem trabalhar porque não tem com quem deixar os filhos. São famílias carentes de diversas coisas.

“Eles não conhecem essa sensação de doação, de amor ao próximo. Então quando o Papai Noel chega, traz felicidade. Tem pais que não tem condições de dar um brinquedo. Ontem conseguimos umas cestas básicas, porque não tinham alimento pra ceia. Então essa ação é muito importante porque traz alegria que eles não têm”, completou Rosário.

Ana Clara dos Santos Ferreira, 20 anos, viu a alegria de sua filha Isis, de um ano e seis meses, ao ser sorteada e ganhar uma motoca toda especial.

Ela ficou sabendo da ação pelo grupo da pastoral da criança que a mãe participa e falou da importância do Natal Solidário para o Parque Geórgia.

“Para um bairro que é bem carente, traz bem a visão do Natal para as crianças que não tem condição em casa e elas ficam muito felizes”, disse Ana Clara.

Quer ser voluntário (a)?

Além da ação de Natal, o Iteec Brasil também realiza ações no Dia das Crianças e no Dia Mundial da Limpeza. Quem quiser saber mais e ou ajudar, pode entrar em contato pelo site do instituto, ou entrar em contato pelo telefone (65) 99984-6411.

WhatsApp chat